Análise – Shift Quantum

Um prato cheio para você que gosta de quebra-cabeças!

0

Com um universo futurista em preto e branco, inversões de dimensão e bastante raciocínio, é assim que Shift Quantum se apresenta. Confira agora nossa análise do jogo produzido pela desenvolvedora Fishing Cactus.

Bem vindo, meu nome é Mary

Somos recebidos por uma inteligência artificial chamada Mary que a princípio é muito gentil e atenciosa. Sua finalidade é saber o que realmente nos faz feliz através de algumas perguntas. Após o questionário somos levados ao Shift Quantum para ter uma experiência única e é ai que o jogo começa.

Com jogabilidade simples e de fácil domínio rapidamente você fica familiarizado com o jogo entretanto, não pense que será sempre fácil pois os desafios estão apenas começando e há objetivos secundários que podem ser encontrados em algumas fases, muitas vezes chegar na saída nem sempre será a primeira ação.

Pular e alterar a dimensão não são as únicas coisas a se fazer para concluir um nível, na maioria das vezes é necessário mudar o cenário em uma determinada dimensão para que ao inverte-la novos caminhos sejam descobertos ou até mesmo para utilizar a gravidade ao seu favor (Você pensava que física não servia pra nada? Agora chegou a vez de mostrar o que aprendeu nas aulas).

Em alguns momentos você poderá agir em união com uma misteriosa garota que indica pontos ou tarefas necessárias para que você complete o pluzze. Quem é ela ou o que ela quer ali? Isso você saberá quando jogar o game!

Uma aventura no futuro

A ambientação Sci-Fi está incrível! Carros voadores, arranha céus e diversas propagandas futuristas fazem o jogador imergir no game se sentindo realmente no futuro. Quem assistiu a trilogia De volta para o futuro e sonhou com a possibilidade de viajar no tempo poderá sentir na pele como é essa experiência. Outro fato interessante é como a trilha sonora se entrosa com o universo dando um ar misterioso e apreensivo, não conseguimos ver outra trilha que se encaixe melhor ao jogo.

Jogadores que gostam de historia e diálogos talvez possam ficar um pouco decepcionados pois após a introdução não há um desenrolar tão significativo porém, a imaginação é sua amiga durante o jogo e o mistério encontrado nos estágios podem ser (para alguns) um fator que acabe suprindo essa ausência.

Penso, logo crio…

Chegamos ao ponto que é o diferencial de Shift Quantum, a construção de fases! Embora as letras e informações são um pouco difíceis de ler devido ao tamanho da fonte tanto no dock quanto no modo portátil, o ambiente de construção é muito fácil e prático de mexer o que facilita na hora da construção, outro fator importante é a tradução do jogo para Português do Brasil que também ajuda bastante nessa questão. O fator replay fica evidente pois, além da criação de fases você também poderá jogar nos pluzzes que seus amigos criarem podendo inclusive avaliá-los.

A equipe Mundo Nintendo preparou uma fase de testes automática utilizando uma turbina para impulsionar o personagem e plataformas com botões para trocar a direção a medida que ele cai, fizemos paredes de espinhos para impedir que futuros jogadores impeçam que ele chegue à porta de saída . Essas e outras funções também estão disponíveis no editor de criação. Confira nossa fase no vídeo a seguir.

É importante informar que uma fase só será validada e salva caso o criador consiga passá-la com exito. Na nossa fase em questão foi necessário apenas dar o “Play” que a gravidade fez o trabalho sozinha.

Jogo sadio contudo, tome cuidado ao jogar

Shift Quantum possui efeitos de rotação de cenário e mudança de cores. Fizemos o teste com alguns jogadores e um deles relatou ficar enjoado e com dor de cabeça precisando fazer algumas pausas até a situação normalizar. Mas calma lá, isso se dá devido ao fato do jogador possuir indícios de labirintite e ter problemas de visão. Caso você seja uma pessoa sadia não apresentará nenhum sintoma estranho (esperamos que não). Lembramos que nossa critica é apenas para fazer um alerta e relatar nossa experiência e não para negativar o jogo pois o mesmo continua excelente e merece a atenção dos jogadores.

Veredito: O jogo é excelente e proporciona bons momentos de jogatina. Chega de maneira simples no entanto, se apresenta como um gigante entre os Indies. Sem dúvida a criação de fases é o ponto forte possibilitando uma integração maior entre o jogador e seus amigos.

*Jogo foi gentilmente cedido pela Outreach e Fishing Cactus.
80%
Muito Bom!

Veredito

O jogo é excelente e proporciona bons momentos de jogatina. Chega de maneira simples no entanto, se apresenta como um gigante entre os Indies. Sem dúvida a criação de fases é o ponto forte possibilitando uma integração maior entre o jogador e seus amigos.

  • Nota
Fonte Shift Quantum Shift Quantum Trailer
você pode gostar também