Em entrevista, designers de Pokémon falam mais sobre o Pikachu e sua criação

0

Sabemos que hoje Pikachu é considerado um mascote na franquia Pokémon, mas muito antes disso ou sequer do lançamento do primeiro jogo, os seus conceitos eram bem diferentes da que conhecemos. Além de, na verdade, ter sido baseado em um esquilo, ele quase teve outra evolução.

Em uma entrevista para o jornal japonês The Yumori Shimbun (via Siliconera), os desenvolvedores dos jogos originais falaram mais sobre a criação de Pikachu. Segundo a ilustradora Atsuko Nishida, Raichu deveria evoluir para uma terceira forma chamada Gorochu, que teria presas e um par de chifres.

Qual o motivo de Pikachu ser uma espécie rara e não parecer muito no game?

Nishino: Isso é embaraçoso, mas desde que eu gosto tanto do Pikachu, eu tenho essa sensação de “não querer deixar outras pessoas terem Pikachu.” No começo, eu até considerei simplesmente “esconder” o Pikachu.

Sugimoto: Comparado com outros Pokémon, sua taxa de aparências foi extremamente baixa. Então, a misteriosa natureza possessiva de Nishino funcionou.

Nishino: Eu senti que, se a taxa de aparências fosse menor, isso daria certo porque os jogadores não pegariam tanto. Como resultado, o oposto aconteceu quando guias de estratégia e coisas assim escreveram como “primeiro, pegue um Pikachu”. E antes que eu percebesse, todos tinham Pikachu, e meu plano saiu pela culatra…

Pikachu não teria as bochechas que conhecemos?

Nishida: As bolsas da bochecha não existiam durante o tempo daifuku (versão antiga de Pikachu)! Durante o processo de torná-lo mais fofo, eu adicionei as bolsas da bochecha porque eu queria dar uma sensação de “carregar”. Dito isso, eu só pensava em um esquilo para a parte das bochechas, e o resto veio juntando tudo isso, parte que achei fofinhas.

Como o corpo do Pikachu acabou sendo amarelo?

Sugimori: Game Boys só tinha preto e branco como cores. Quando Pokémon Red & Green foi o primeiro em desenvolvimento, nenhum dos Pokémon tinha nenhuma cor. Eles eram representados em preto e branco e eram coloridos dessa maneira no estilo pixel-art.

Quando estava em desenvolvimento (em 1994), eles lançaram um adaptador chamado “Super Game Boy”, que permite que você jogue o software Game Boy na televisão através do Super Famicom. O Super Game Boy tinha uma função que adicionava pseudo-cores a um jogo, e que na primeira vez fomos capazes de dar cores de Pokémon. Eu era o único a decidir sobre a cor do Pikachu, e como eles dizem que o amarelo é o atributo de cor da eletricidade, achei que seria bom dar uma cor que tornasse o seu tipo mais fácil de entender, e decidi usar amarelo.

Existe alguma explicação para as listras nas costas do Pikachu?

Nishida: Eu nunca pensei muito nisso, mas quando os Pokémon vão para a batalha, você vê as costas deles, certo? Na época, senti que as costas estavam solitárias sem nada.

Pikachu teria uma evolução planejada chamada de “Gorochu”?

Nishida: Sim. Era “Pika (chu)”, “Rai (chu)” e “Goro (chu)”. Os Pokémon conhecidos como Gorochu mostravam presas e até tinham um par de chifres.

Sugimori: Não houve nenhum problema com sua estrutura estética, mas acabou arquivado devido a questões relacionadas ao equilíbrio do jogo.

A evolução do Pikachu em ter emoções no anime foi planejada?

Sugimori: Sim, depois que se tornou um anime nós também tivemos alguma influência disso. Tanto o jogo quanto o anime compartilhavam influências, e o Pikachu evoluiu ainda mais. No início, seu tipo de corpo era mais gordo, mas seu pescoço era mais definido e suas costas mais longas. A partir daí, o design do lado de produção do jogo também mudou. E foi assim que conseguimos criar e manter o Pikachu que você conhece hoje. A propósito, eu nunca esperei ouvir um choro de Pikachu no anime.

 

você pode gostar também