Em entrevista, o diretor criativo de Mario + Rabbids conta como foi lançar um game junto da Nintendo

2 4 Visualizações

Lembra de Davide Soliani, o diretor criativo de Mario + Rabbids Kingdom que durante o  anúncio do jogo na E3 ficou extremamente emocionado?

Ontem, ele participou do Reddit AMA. O termo AMA significa “Ask Me Anything”, que é basicamente um termo utilizado para descrever uma entrevista entre um usuário principal e todos os outros que desejam fazer perguntas.

Neste evento dentro do Reddit, os fãs puderam fazer ao desenvolvedor diversas perguntas. Soliani citou o interesse em fazer uma sequência, falou sobre o próximo DLC além de confirmar que um novo patch estará disponível ainda este mês.

Selecionamos o melhor dessa entrevista e você pode conferir tudo abaixo:

Existe interesse em uma sequência?

Eu adoraria, e eu ficaria honrado com uma. 🙂

Sobre o próximo DLC. O que podemos esperar?

Digamos que estamos trabalhando duro para surpreender os jogadores. Ainda não podemos anunciar nada, mas os DLCs estão saindo muito cedo e conterão muito amor e surpresas. Além disso, o primeiro DLC já estará repletos de desafios que deixarão o jogador ocupado por muito tempo.

Já sabiam da existência do Switch quando iniciaram o desenvolvimento do jogo?

Quando começamos a desenvolver Mario + Rabbid Kingdom Battle, não tivemos nenhuma informação sobre o Switch. Apenas nos concentramos em criar um ótimo jogo. Então, quando percebemos o que era o Switch, sorrimos, porque era perfeitamente adequado à nossa visão e intenção 🙂

Sobre o corte de algumas mecânicas e personagens.

Em algum momento estávamos prestes a desenvolver uma mecânica especial em torno de um WHOMP Rabbid, mas então decidimos removê-lo. Talvez um dia … 🙂

Para o estúdio, como foi o desafio de trabalhar com personagens da serie Mario?

Foi um desafio e responsabilidade enorme. Nos mantivemos focados durante noite e dia até que nós pudéssemos ter condições de encontrar o equilíbrio certo. Na verdade, descartamos tantas provas que nem me lembro de todas. Artistas me odiaram. 🙂

Existe algum futuro Nintendo / Ubisoft e seus outros crossovers?

Quem sabe. Eu adoraria.

Como se deu a construção do jogo?

Quando começamos, nós construímos um protótipo de design de papel para nos ajudar a jogar o jogo que imaginávamos apenas com alguns dados, uma caneta e um papel. Na verdade, foi um desafio, especialmente porque tentamos fazer um jogo baseado em turnos táticos, parecido com um jogo de ação, com alguma química que pudesse lembrar Mario Kart.

E sobre os possíveis bugs?

Nós identificamos todos esses problemas e estamos soluciondo. Nós já preparamos um patch que será lançado em meados de outubro. Obrigado pela sua paciência.

Qual o motivo de manter Mario e um Rabbid como personagens obrigatórios?

Queríamos focar a atenção na possível sinergia por trás do uso de personagens Rabbid e personagens Nintendo. Além disso, era normal usar Mario como líder do grupo, já que estamos no Mushroom Kingdom. Os rabbids são muito caóticos para não ter um líder que os guie.

Conte-nos mais sobre a Rabbid Peach.

Nossa intenção sempre foi criar esse personagem. Sua verdadeira personalidade, surgiu quando criamos a cena do Pirabbid Plant. Falei aos animadores para adicionar uma cena que ela não estivesse preocupada com o inimigo, mas sim preocupada com sua selfie. 🙂

Qual foi a sensação de lançar um jogo para a Nintendo?

Eu serei sincero. Eu estava com medo de apresentar a ideia para Shigeru Miyamoto, mas foi muito legal. Eu acho que ele conseguiu ler nossas almas e ver a paixão por trás de toda a equipe. Nós realmente trabalhamos duro para este jogo.

Vale destacar que o sucesso de Mário+Rabbids fez com que a Ubisoft Milão pudesse crescer e acreditasse em um futuro brilhante pela frente. Agora, a equipe está contratando mais integrantes para compor sua equipe. Certamente esse projeto/parceria rendeu bons frutos tanto para Ubisoft quanto para Nintendo.

você pode gostar também